terça-feira, 23 de setembro de 2008

Do Amor.

"Dividido em várias partes independentes: Do vão sacrifício. Da alegria desconhecida. A melodia e as baladas. Das vísceras e dos humores. Da crueldade. Dos batimentos cardíacos. Da variação e do salto. Da folha a vogar na ventania. Da admiração. Do amor das crianças por sua mãe. Do rumor do mar e das cigarras. Do paladar e do tato. Do medo como necessidade. Fogo, ar, água. Do tempo e do espaço como elementos solúveis. Alexia e paixão. Do silêncio. Do roçar das algas no coração. Da multiplicidade. Da flauta ao longe quando o rio sobe. Do amor impróprio."

Masé Lemos

Nenhum comentário: